Região da Anatólia Central

Pagina Principal»Turquia Portal»Regiões Geográficas



Região da Anatólia Central

Com uma área de 188.586 km² a Região da Anatólia Central, que forma aproximadamente 24.04% do Território da Turquia, é a segunda maior região do Pais.
Sua população, segundo os resultados do ADNKS de 2008, é de 9.297.022 habitantes nas cidades 2.162.270 habitantes nas aldeias, formando o total de 11.459.292 habitantes.
Na Anatólia Central são mais comuns as empresas pe-quenas e médias. A fabricação dos tapetes está concen-trada nas cidades de Kayseri, Sivas e Konya. As indústrias mais importantes estão concentradas nos centros tais como Ankara, Eskişehir, Kayseri, Sivas, Konya, Kırıkkale e Çorum.
A Capital Ankara: A Capital Ankara, a segunda maior cidade da Turquia e coração da Guerra da Independência, foi planejada de uma maneira moderna e desenvolveu-se num curto espaço de tempo. Ankara, segundo registros históricos, foi fundada pelos Celtas. Estes chegaram da Europa no século III A.C. através dos Bálcãs, atravessaram os Estreitos, se estabeleceram na Anatólia Central e fundaram o Estado de Galátia com a primeira Capital conhecida na história, Ankara. A cidade adquiriu sua identidade de hoje vivendo sob os domínios dos romanos, dos bizantinos, dos seljúcidas e dos Otomanos.
O edifício mais imponente de Ankara é o Mausoléu de Atatürk, em turco “Anıtkabir” que foi construído para repouso eterno de Mustafa Kemal Atatürk. O seu corpo, que estava numa sepultura provisória no Museu Etnográfico em Ankara, foi transferido para “Anıtkabir” em 10 de Novembro de 1953 através uma grande cerimônia fúnebre.
Supõe-se que o Castelo de Ankara situado numa colina abraçando a cidade, foi construída no século II A.C. pelos Celtas. No templo de Augustus em Ulus, que foi construído no século II D.C., existe uma inscrição relatando os fatos realizados pelo Imperador Augustus. Os banhos romanos, o Teatro e a Coluna de Julius são outras obras da época romana.
A Mesquita Aslanhane, construída no século XIII, famosa pelos azulejos do “Mihrap” de cor turquesa; a Mesquita Hacı Bayram, construída no século XV, ornamentada por azulejos de Kütahya e a maior Mesquita de Ankara, Kocatepe, terminada em 1987, dão um ar místico à Capital.
A cidade é famosa também por seus monumentos. Os mais visíveis são: O Monumento da República em Ulus, o Monumento da Vitória em Yenişehir e o Monumento Hititas do sol na praça de Sıhhiye.
Ankara, também é rica em obras monumentais de arquitetura moderna da época da República da Turquia. Ankara é Capital administrativa e política da Turquia além de ser um centro importante de atividades culturais e de arte.
O ouro branco” de Eskişehir: A mundialmente famosa espuma do mar que entre os metais terrestres raramente é encontrado, é um símbolo de Eskişehir. A espuma do mar, que ao ser extraída da terra é mole e depois com o passar do tempo endurece, foi chamada, pelo povo da região de “O ouro branco”. Eskişehir é uma cidade estudantil. Ela comporta mais de 250 mil estudantes e a maior universidade do país “Anadolu Üniversitesi” que também está entre as 10 maiores universidades do mundo.
Na cidade, as atividades da cultura e arte são intensas. Todo ano é organizado o “Festival Internacional de Arte de Eskişehir” do qual participam artistas mundialmente con-hecidos. A tumba do famoso poeta folclórico Yunus Emre, que viveu no século XIII, encontra-se em Sarıköy, no leste de Eskişehir. Aqui se organiza a cada ano, a “Semana Internacional de Cultura e Arte de Yunus Emre”.
A Madre Pátria dos Hititas: Os territórios de Çorum, possuem a cidade principal da Divisão Administrativa na Região do Mar Negro. As terras que contêm as antigas cidades de Hattuşaş (Boğazköy), capital do Império hitita no ano 1600 A.C. e Alacahöyük, localizam-se nas terras da Anatólia Central.
Hattuşaş é circundada por fortalezas e é uma cidade de templos. Do templo a céu aberto de Yazılıkaya pode-se ver os relevos de todos os deuses hititas. O outro lugar importante dos Hititas é Alacahöyük, que fica perto de Hattuşaş.
O Parque Nacional de Çankırı e llgaz: O passado da Çankırı também é muito antigo. Os principais pontos históricos e turísticos são: O Castelo de Çankırı, Taş Mesquita, a Mesquita Grande, as Grutas da aldeia Beşdut e os castelos de Eskipazar. O Monte llgaz contribuiu para a boa reputação internacional de Çankırı. O Parque Nacional de Ilgaz é um centro esportivo de inverno.
Kırıkkale, obra criada pela República: Localizada na parte central do vale do Rio Kızılırmak na Anatólia Central, Kırıkkale é uma das cidades criadas pela República e que se desenvolveu rapidamente. Makine ve Kimya Endüstrisi Kurumu (Instituição da Indústria Mecânica e Química) construiu aqui, nos primeiros anos da República, uma cadeia de fábricas que produziam munições, pistolas, espingardas e algumas máquinas elétricas.
Sivas: Localizada nos caminhos internacionais de comércio, Sivas tem seu valor histórico e turístico. A grande Mesquita do século XII; “Çifte Minare” (minaretes duplos) e Şifaiye, Buruciye e Gök medreseleri” (Escolas religiosas superiores de Şifaiye Buruciye e Gök do século XIII); “Güdük Minare” (Minarete Güdük) do século XIV; a Mesquita Sait Pasha e os Banhos Turcos de Tahşan e Kurşunlu do século XVI, são algumas das obras que demonstram a riqueza histórica da cidade.
Nas vizinhanças do Distrito Kangal de Sivas, localizam-se as instalações termais de peixes “Balıklı Çermik”, conhecidos mundialmente. A instalação balneária é um dos centros mais importantes do mundo para o tratamento de psoríase. O Distrito é famoso também por seus cachorros Kangal.
O Parque Nacional de Göreme: O Parque Nacional de Göreme é de uma beleza misteriosa e possui as formações geológicas mais interessantes da Turquia. Os vulcões Hasan e Erciyes que eram ativos na época geo-lógica, são os dois maiores vulcões extintos da AnatóIia Central.
As chaminés de fadas, as grutas e as lindas formações rochosas, criam uma harmonia magnífica de cores transformando-se do vermelho, rosa e marrom a cinza, amarelo e verde. A Região que era o Estado Oficial do Império Romano, chamava-se Capadocia, que na língua persa significa “o país dos cavalos brancos”. A escória vulcânica maleável foi, pela primeira vez, trabalhada com facilidade pelos cristãos para construir cidades subterrâneas, monastérios e igrejas, criando assim um mundo esplêndido e misterioso.
Do Hacı Bektaş a Ahi Evran: O complexo Hacı Bektaş é muito visitado pelos turistas. Foi transformado em museu e se encontra no Condado Hacıbektaş, ao norte de Nevşehir, circundada pelo Parque Nacional de Göreme, Hacı Bektaş, o filosofo turco que nasceu e cresceu aqui, iluminou o povo da Anatólia Central com as suas idéias humanísticas.
Ao norte de Hacıbektaş localiza-se Kırşehir que possui uma cultura rica. Aqui, Caca Bey, Aşık Pasha e Ahmet Bey iluminaram a Sociedade Turca com as suas obras escritas em turco.
Nos arredores da cidade há o lago da Barragem Hirfanlı, um dos mais importantes lugares de descanso. Nas vizinhanças do Distrito Kaman localiza-se o Jardim Comemorativo da Mikasonmiya, que é um dos maiores parques da Turquia. Dentro do Parque existem 16.500 árvores de 33 diferentes espécies.
Kayseri localiza-se no leste de Nevşehir nas planícies do lado norte do Monte Erciyes. É um centro industrial importante da Região Central. As principais atividades são os têxteis, gêneros alimentícios, fabricação de tapetes, o artesanato de cobre e de couro. Kayseri é ao mesmo tempo um dos centros da indústria de móveis turcos. Rica em minerais, Kayseri exporta a maior parte de sua produção de ferro, lignina e cromo.
Konya, Capital de Tolerância: Konya é uma das cidades que abriga as obras mais antigas e preciosas da história turca. A cidade é especial por conter obras arquitetônicas da época seljúcida da Anatólia. Konya foi capital do país por mais de 200 anos. O famoso poeta e filósofo turco Mevlana viveu e faleceu aqui. Suas idéias sobre “O Amor humano”, condição do sucesso, fazem dele o filósofo mais humanista de todos os tempos, iluminando mesmo as sociedades do ano 2000. O Museu de Mevlana é o lugar da cidade que chama mais a atenção.
Karaman, do ponto de vista histórico e da língua da Turquia, é um centro importante. Foi em Karaman que o turco foi, pela primeira vez na Anatólia, declarada a língua oficial (1277). O Castelo de Karaman foi construída pelos seljúcidas no século XII. Quanto à Mesquita Araboğlu, que se distinguia pelos escoadouros de águas da chuva à cabeça de dragão e arcos originais, foi construída pelo Principado Karamanoğulları no século XIV. Ao norte da cidade, nos arredores e no pico do Monte Karadağ (2.288 m) denominada “a Região das 1001 Igrejas”, encontram-se muitos mosteiros e igrejas construídos pelos cristãos da época.

© goturquia.comHome | Contato |